Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!
X

Escreva para mim:

Aguarde, enviando contato!

O whitelabel pages em uma biblioteca digital

Podemos usar o conceito de whitelabel pages em uma biblioteca digital?

O whitelabel pages em uma biblioteca digital

O conceito de whitelabel pages já conquistou espaço no mercado de tecnologia envolvendo plataformas, as chamadas aplicações CRM e outros sistemas. Aqui, iremos ligar o conceito ao nosso projeto de uma biblioteca digital.

Uma tecnologia desenvolvida pensando na realidade literária dentro da Educação, em nosso caso uma tecnologia não proprietária, permite que usuários (aqui no nosso caso, professores, alunos e leitores), se apropriem dos benefícios de uma determinada plataforma possam imprimir a sua própria marca ou perfil sobre ela. Para melhorar a rotina de utilização, nossa Biblioteca Digital deverá, no entnato, permitir a criação de páginas customizadas para as bibliotecas públicas escolares.

Páginas customizadas poderão ser usadas para a circulação de livros usando, neste módulo específico, o conceito de whitelabel. Ou seja, de páginas criadas de modo customizado conforme as necessidades e realidade do intermediador do conteúdo (que pode ser o próprio bibliotecário, já que uma lei assim impõe) ou do moderador da leitura (que pode, por exemplo, ser o educador ou o pai de alunos).

Com uma ferramenta baseada no conceito de whitelabel, cada escola pode, por exemplo, criar a sua própria sala de leitura com suas estantes temáticas, a partir do repositório central, enchê-las de títulos e, mais tarde, permitir o compartilhamento das obras.

Através dos seus principais módulos e ferramentas, nossa Biblioteca Digital permitiria, por exemplo, dentro de um ambiente familiar:

  • A criação de páginas customizadas (salas de leitura) para escolas, professores e alunos.
  • A criação de estantes e bibliotecas digitais portáteis e acessíveis.
  • O acesso ao painel de controle das salas, estantes e livros digitais.
  • O acesso ao painel de controle de Direitos Autorais, quando houver, em tempo real.

Através de um módulo de criação de estantes virtuais, cada aluno ou educador poderá criar a sua própria página e organizar a sua própria estante de livros e também compartilhar conteúdo seguro através e com outras salas de leitura.

LEIA TAMBÉM:

Entrevista de Ednei Procópio ao Programa Talk Show sobre o projeto Biblioteca Digital Escolar

Uma biblioteca digital na mão de cada aluno

Um ecossistema de livros digitais voltado à Educação

Um servidor de conteúdo para bibliotecas digitais

Curta a nossa fanpage no Facebook!

Olá, deixe seu comentário para O whitelabel pages em uma biblioteca digital

Enviando Comentário Fechar :/